O machista feminista

Tempos atrás participei de um encontro literário na Casa Mário de Andrade, em São Paulo, onde, ao longo de uma semana, debati com outros autores as perspectivas da literatura brasileira neste novo milênio. Foi lá que, entre outros, conheci pessoalmente Elisa Andrade Buzzo, Luis Eduardo Matta, Miguel Sanches Neto, André …

O Livro de Urântia: notas sobre uma possível revelação divina

Jorge Luis Borges descreve assim a descoberta do primeiro volume da enciclopédia sobre o planeta Tlön: “Numa noite do Islã, que se chama a Noite das Noites, abrem-se de par em par as secretas portas do céu e é mais doce a água nos cântaros; se essas portas se abrissem, eu não sentiria o que senti naquela tarde.” Foi exatamente assim que me senti ao ter O Livro de Urântia nas mãos pela primeira vez…

O sonho da cibernética

Unindo o conhecimento da mecânica ao da neurologia, a cibernética busca compreender como se dá o processo de “controle/comunicação” em qualquer sistema (conjunto de elementos organizados), seja ele uma máquina ou um ser vivo.

Qual a origem do Livro de Urântia?

O que se segue é uma transcrição da gravação feita na casa de Berkeley Elliott em 18 de fevereiro de 1962. Nesta ocasião, William S. Sadler Jr., um dos membros da “comissão de contato”, estava falando com o grupo de estudo ali presente. Abaixo estão os comentários que ele fez referentes à origem do Livro de Urântia.