Posts Tagged ‘ Contos ’

Precisa-se de empregada feia. Bem feia.

Precisa-se de empregada feia. Bem feia.

Em 2000, na Casa do Sol, ficamos alguns meses em apuros ou, como dizíamos, no mato com oitenta cachorros mas sem nenhuma empregada doméstica. Não me lembro exatamente por que Hilda Hilst havia demitido a anterior, mas, salvo engano, creio que tinha algo a ver com a qualidade do café feito por ela. Qual...
Continua»

Tags: , , , , , ,
Publicado em Crônicas | 2 Comentários »

O machista feminista

O machista feminista

Tempos atrás participei de um encontro literário na Casa Mário de Andrade, em São Paulo, onde, ao longo de uma semana, debati com outros autores as perspectivas da literatura brasileira neste novo milênio. Foi lá que, entre outros, conheci pessoalmente Elisa Andrade Buzzo, Luis Eduardo Matta, Miguel Sanches Neto, André de Leones, Fabrício Carpinejar...
Continua»

Tags: , , , , , , , , ,
Publicado em Contos | 21 Comentários »

Márcia e o desconhecido do MSN

Márcia e o desconhecido do MSN

  Márcia iniciou o MSN e a janela com o convite se abriu: um certo Alessandro queria adicioná-la. Era bonito na foto e, no texto do convite — “Oi, te achei interessante. Posso te adicionar?”—, havia o endereço do perfil dele no Facebook. Decidiu, pois, dar uma checada antes. Viu que ele tinha apenas...
Continua»

Tags: , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

Nosso homem em Curitiba

Nosso homem em Curitiba

O agente G. Greene segue o grupo até um bar de Curitiba e senta-se numa mesa próxima. Percebendo que a reunião poderá ocorrer ali mesmo, entra em contato com Langley, a sede da CIA, mediante um excelente software utilizado por todos os espiões do mundo: o WhatsApp. — Controle, segui Dugin até um bar...
Continua»

Tags: , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

O náufrago e a náufraga

O náufrago e a náufraga

Cansado dos constantes atritos com a esposa, Júlio decidiu convidá-la a fazer um cruzeiro pelas ilhas do Pacífico: uma viagem daquele tipo, acreditava, poderia devolvê-los a um estado pós-Lua de Mel. Marilda ouviu a proposta, meditou por alguns momentos e a aceitou: talvez ele tivesse razão e novos ares iriam restaurar um relacionamento já...
Continua»

Tags: , ,
Publicado em Contos | 1 Comentário »

As Musas Olavettes

As Musas Olavettes

No Facebook, foi lançada este ano uma página chamada Musas Olavettes. Sim, há mulheres lindas ali. (Já imaginou? Mulheres lindas, inteligentes e imunes a idiotas úteis? Pois é.) Até possuo um caminhão para semelhantes areias, mas ele está sem óleo diesel e eu moro longe, o que me torna, em comparação com outros homens, praticamente...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Contos, Crônicas | Sem comentários »

O amigo do escritor

O amigo do escritor

  "E aí? Leu o livro que lhe dediquei?" "Ué, você me dedicou um livro?" "Puts, quantas vezes terei de repetir que dediquei? Umas mil, setecentas e vinte e três vezes? Caralho, e olha que já faz dois anos que o publiquei!" "Cadê o livro?" "Na loja, claro. No site. Você nem comprou, né."...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

Um papo estranho

Um papo estranho

  "Meus velhos amigos estão no Facebook, mas nunca conversam comigo." "Os meus tampouco, na verdade, nem respondem minhas mensagens diretas." "Os meus respondem no máximo com um ‘sim’, um ‘não’ ou um ‘talvez’." "Por que será?" "Ah, deve ser por causa de política ou de religião. Com o tempo as pessoas vão notando...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

Ex-namoradas e desarmamento civil

Ex-namoradas e desarmamento civil

  "Ei, sua ex-namorada tá morando no mesmo prédio que eu." "Ah, é?" "É. E continua muito gata, a gente sempre se encontra no elevador." "Sei." Silêncio. "Que cara é essa?" "Minha cara, uê." "Tá com ciúme, é? Pensei que você é que tinha terminado com ela." "E foi mesmo." "Então não pode ter...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

Enquanto isso, no banheiro feminino…

Enquanto isso, no banheiro feminino…

  “Ei, por que você tá me olhando desse jeito?” “Por nada.” “Essa voz…” “Que que tem minha voz?” “Aaah! Você é homem! Sai daqui!” “Não saio não.” “Então eu vou gritar!” “Mas eu sou crossdresser.” “Hã?! Crós o quê?” “Crossdresser. Estou vivenciando meu lado feminino.” “Tá bom… Só porque tá vestido de mulher…”...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Contos | Sem comentários »

Translate this page

Conteúdo

Social


    Curta minha página


    Siga-me no Facebook




    Cadastre seu endereço de email e receba automaticamente os posts publicados:


PayPal

Faça uma doação!

Bitcoins

Gostou? Faça uma doação.
Doe bitcoins!

O Autor

Yuri Vieira é escritor e cineasta. Saiba mais.

Visitas