Posts Tagged ‘ Amigos ’

Hilda Hilst, Kazantzakis e meu ano 7

Hilda Hilst, Kazantzakis e meu ano 7

Neste artigo, explico como fui parar na casa da escritora Hilda Hilst — a Casa do Sol — onde morei por pouco mais de dois anos. “O que esperais de um Deus? Ele espera dos homens que O mantenham vivo.” Hilda Hilst Às vezes recebo, em bloco, diversas mensagens a indagar como fui parar...
Continua»

Tags: , , , , ,
Publicado em Crônicas | 1 Comentário »

Hilda Hilst, vestida de vermelho

Minha mensagem de despedida à Hilda Hilst, um dia após sua morte.
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Crônicas | Sem comentários »

Enxugando o pau

Essa resistência aos americanos, no Iraque, obviamente não é originária de lá. Tudo o que um povo quer é paz, não quer agitação sangrenta. Ou será que esse povo morre mesmo de medo de ser dominado pelo "jeitinho americano" e de ver seu país tornar-se um lugar tão horrível pra se viver quanto o...
Continua»

Tags: , , , , ,
Publicado em Artigos, Crônicas | Sem comentários »

Zé Celso, o Guru do Cu

Zé Celso, o Guru do Cu

Míriam Virna, diretora teatral brasiliense, me enviou o texto abaixo sobre uma das efusões de José Celso Martinez Corrêa no Plano Piloto...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Outros autores | Sem comentários »

Minha amiga extraterrestre

Tem gente que tem amigo famoso, ator de Hollywood ou super-modelo, tem gente que tem amigo presidente de alguma república ou rei ou príncipe e assim por diante. Já eu tenho uma amiga extraterrestre...
Continua»

Tags: , , , , , , , ,
Publicado em Crônicas | 5 Comentários »

A minha pessoa

A minha pessoa

A minha pessoa tem andado muito grilada ultimamente. Mil probleminhas conjunturais, logísticos, financeiros. Até sua auto-estima está abalada.
Continua»

Tags: , ,
Publicado em Crônicas | Sem comentários »

O eterno retorno ao Centro

O eterno retorno ao Centro

Minhas peregrinações pelo centro de São Paulo começaram em 1985, quando eu ainda ia completar 14 anos de idade. Eu e o Dante estávamos sempre inventando uma missão - comprar uma peça de reposição de autorama (Mabushi, Estrela, etc.), o disco de uma banda punk (Cólera, Inocentes, Garotos Podres, etc.), um relógio com joguinho,...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Crônicas | Sem comentários »

O xixi do vizinho

Saiba como foi minha treta, ao estilo novela das sete em bairro italiano, com uns vizinhos de São Paulo.
Continua»

Tags: , ,
Publicado em Crônicas | 2 Comentários »

Amigos e bibliotecas

Sobre minhas visitas a meus amigos -- e suas bibliotecas -- e o papel fundamental de Monteiro Lobato no mercado editorial brasileiro.
Continua»

Tags: , , , ,
Publicado em Crônicas | Sem comentários »

Mona

Hoje foi um daqueles dias em que acordei botando fogo pelas ventas, com ódio amargo contra toda a humanidade, o que evidentemente inclui a mim mesmo, já que também eu faço parte dessa malta fedida. Na cama, quando me deparei comigo, só de raiva, quase me mordi. Cara chato que não larga do meu...
Continua»

Tags: , , ,
Publicado em Crônicas | Sem comentários »

Translate this page

Conteúdo

Social


    Curta minha página


    Siga-me no Facebook




    Cadastre seu endereço de email e receba automaticamente os posts publicados:


PayPal

Faça uma doação!

O Autor

Yuri Vieira é escritor e cineasta. Saiba mais.

Visitas