Son(h)eto

11/05/2003
Por Imprimir

Vestida de luxo num sonho eu a vi
A viver noutra abastada época
Duma terra indiferente – “c’est la vie!” –
Aos que não têm o que dar à boca.

Se era feliz ou de tristezas cheia
Meu pálido sonho nada disse.
Vi apenas que à mansão estava alheia
À espera de Quem sua Vida abrisse.

Eis que, então, suave voz me revela:
“A bela mulher que aqui ora vês
“É a mesma que por ti hoje vela.

“É mulher de fibra, a alma pura
“E como mãe te mostrará desta vez
“A forma de tua própria cura!…”
_____

(GYN, 2003)

?SUMMER JEWELRY?ICE LINK ????????4 TIME ZONEGENERATION BIG CASE??????????GZB-YYY KinDIAMOND WATCH ??
??? ??? ??? ? ?? ?? ?? ?? ??? ???? ?????? ??????? pc??? ?????? ????? ??????? ??? ??? ????? ??? ??? ?
LIFETIME ?????? ??????????? LT-90040P ????????
????????(BIANCO JAPAN)???????B?????(+UV?????) 2L??BC-101b+UV
???????????????????(21cm????)?C-80?300g???Art.2620?80????
???? SA18-0??????????? 50cm? 12?13A AMS6720
????????TOEI LIGHT? ????????SE120 T-1314B ????? ?? ???? ???? ???
???????????? ?? 09-12 ??? ????? ?????????) ???? ???? ???? ???????????
??????????4.5?*?????*
(???10???) ??????? ????? 415B ??410mm?10P22Jul14?
 

Use o Disqus, mais abaixo, para comentar...

Tags: ,

Arquivado sob: Poemas

Comentários desabilitados.

Translate this page

Conteúdo

Social


    Curta minha página


    Siga-me no Facebook




    Cadastre seu endereço de email e receba automaticamente os posts publicados:


PayPal

Faça uma doação!

O Autor

Yuri Vieira é escritor e cineasta. Saiba mais.

Visitas